Início Rio Músico Nego Dé morre duas semanas depois de postar vídeo dizendo: ‘tô...

Músico Nego Dé morre duas semanas depois de postar vídeo dizendo: ‘tô curado, tô vivo!’

No atestado de óbito do músico consta morte por pneumonia e suspeita de infecção pelo novo coronavírus.

0

Posted by NEGO DÉ on Monday, April 13, 2020

O músico Nego Dé morreu na manhã deste domingo (3), aos 41 anos, em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio. André Henrique de Souza tratava de uma pneumonia desde o final de março, mas precisou ser internado no Hospital Municipal Raul Sertã neste final de semana. No atestado de óbito também consta a suspeita de Covid-19. A família de Nego Dé afirma que foi feito o teste após o óbito do artista e que aguarda resultado.

Nego Dé foi enterrado ainda na tarde de domingo. Devido à suspeita de Covid-19, somente a mãe e uma irmã do músico puderam acompanhar o enterro.

No dia 14 de abril, o músico chegou a postar um vídeo em uma rede social dizendo que estava finalmente curado e agradecendo depois de mais de 20 dias de tratamento, ele ainda agradeceu o atendimento médico.

“Passando para dizer que tô curado, tô vivo, tá? Tô em Nova Friburgo. Não fui internado. Fui super bem recepcionado no Hospital Raul Sertã pelo doutor Matheus Lima. Nesses dias fui monitorado pela doutora Lúcia Rebel, doutora Maria Lina e por todos os meus amigos que fizeram correntes de orações para que eu saísse dessa. Foram 20 dias e mais um pouco de muita luta e difícil, dolorosa, cansativo, mas vi quantas mensagens de pessoas que gostam de mim e tô passando aqui para agradecer, tá? Tô em casa, tô bem e já já estaremos juntos. Papai do céu abençoe. Muito obrigado, muito obrigado”, declarou Nego Dé.

Nego Dé, de Nova Friburgo, chegou a fazer vídeo agradecendo apoio e dizendo que estava curado. Ele acabou morrendo neste domingo (3) — Foto: Reprodução Facebook
Nego Dé, de Nova Friburgo, chegou a fazer vídeo agradecendo apoio e dizendo que estava curado. Ele acabou morrendo neste domingo (3) — Foto: Reprodução Facebook

A irmã da vítima afirma que o músico estava se tratando de uma forte pneumonia, que não foi curada, e originou um caso de água na pleura, o que teria causado a morte.

“Ele estava há meses com problemas no pulmão, se tratando de uma água na pleura. Este foi o laudo do médico, água na pleura. Covid é somente suspeita”, ressaltou Andrea Henrique de Souza.

Nego Dé morreu no último domingo (3), em Nova Friburgo, no RJ — Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal

Nego Dé morreu no último domingo (3), em Nova Friburgo, no RJ

Nego Dé já participou de shows de grandes nomes da música, como Cássia Eller e Jerry Adriani — Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal

Nego Dé tinha uma voz forte e inconfundível, e um talento que o levou a se apresentar em várias partes do Brasil e da América Latina. Em 2011, o cantor saiu de Nova Friburgo rumo ao intercâmbio musical Brasil-Argentina, se apresentando pelas cidades de Paraty (RJ), Balneário Camboriú (SC), Bombinhas (SC), Concórdia (província de Entre Rios – Argentina), Universidade de Belas Artes de La Plata (capital da província de Buenos Aires – Argentina), na FIT (feira internacional de turismo – Palermo, Buenos Aires) onde dividiu o palco com o músico produtor Luiz Meira.

Nego Dé também já participou de grandes shows, acompanhando os artistas Cássia Eller, Jerry Adriani, Everton Castro (The Voice Brasil), Airton Ramos (cover do Raul Seixas) e o grupo Nó Cego.

Em fevereiro desse ano, Nego Dé foi uma das principais atrações do Festival de Verão Sesc, em Rio das Ostras, na Região dos Lagos do Rio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui