Início Política Garotinho ressalta que governo de Witzel ‘tem problemas de corrupção’

Garotinho ressalta que governo de Witzel ‘tem problemas de corrupção’

Em live nas redes sociais, ex-governador do Rio disse que poderia investigar

0
Foto: Reprodução

Anthony Garotinho, ex-governador do Rio de Janeiro, afirmou em uma transmissão ao vivo nas redes sociais, que a gestão do governador Wilson Witzel “tem problemas, provavelmente de corrupção”. Apesar de não apresentar provas, o ex-gestor garantiu que pode investigá-lo.

“O governo do estado atual está com muitos problemas. Problemas de gestão. Provavelmente de corrupção. Por que eu estou falando provavelmente? Porque, durante o governo Sérgio Cabral, eu montei um grupo de investigação. Tudo o que eu disse foi com prova. Eu tinha nome, endereço, contas deles no exterior, dados das empresas fantasmas. Eu não estou fazendo isso, agora, por enquanto. Pelo menos, por enquanto, eu estou observando. Observo seriamente algumas coisas que estão acontecendo. Mas são investigações paralelas. Eu não estou fazendo porque não tive tempo. Tenho que tocar a minha vida. Tiraram meu emprego na rádio por pressão. Então, tenho que tocar a minha vida. Quem vai pagar as minhas contas no final do mês?”, disse Garotinho.

Na live, Garotinho lembrou do ex-subsecretário-executivo estadual de Saúde, Gabriell Neves, que foi preso após ação da Operação Mercado do Caos.

“Não há dúvida que o governador Witzel precisa, de maneira rápida, dar uma chacoalhada no seu governo. Não basta demitir só o subsecretário e o outro funcionário. A questão da saúde é grave. Mas a questão da corrupção, pelo que eu sei e pelo que estou acompanhando, diferente do que eu fiz no governo Cabral, onde me aprofundei… Não que eu não vá fazer com esse (Wilson Witzel). Posso até fazer. Não tenho cargo nenhum. Não devo nada a ninguém. Pelo que eu vejo, os problemas estão se espalhando dentro do governo do estado. Estão se espalhando. Não estão restritos únicos e exclusivamente à Secretaria de Saúde (…) Mas eu não tenho provas materiais”, ressaltou o ex-governador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui