Início Esportes Site inglês classifica Pelé como jogador mais superestimado do futebol

Site inglês classifica Pelé como jogador mais superestimado do futebol

Segundo o Football 365, Pelé se aproveitou das circunstâncias para conquistar títulos e de amistosos não oficiais para turbinar suas estatísticas.

0

Edson Arantes do Nascimento foi tri-campeão mundial pela Seleção Brasileira, conquistando as Copas do Mundo e 1958, 1962 e 1970. Além disso, pelo Santos, time que jogou por quase toda a vida, ganhou diversos títulos, entre eles a Libertadores da América e o Campeonato Mundial. Popularmente conhecido como Pelé, o Rei do Futebol, ele também conseguiu a façanha da marcar mais de 1 mil gols, além de ter parado uma guerra e ter sido, por muito tempo, o brasileiro mais conhecido no mundo!

Porém, todas essas credenciais não bastaram para a site de esportes inglês Football 365, que elegeu o Rei como o jogador mais superestimado de todos os tempos. Segundo os britânicos que publicaram o texto, Pelé foi agraciado pelas circunstâncias e, se não fosse por isso, outros nomes do futebol brasileiro o teriam ultrapasso:

“Heleno de Freitas e Garrincha podem ter sido tão bons quanto, o que prova que Pelé se beneficiou das circunstâncias. O primeiro nasceu cedo demais para aproveitar a exposição na TV e o segundo não tinha interesse em se promover” – Diz o texto.

O Football 365 colocou em cheque até mesmo as conquistas das Copas do Mundo de Pelé, dizendo que em nenhuma delas o ex-camisa 10 foi o melhor jogador:

“Ele não foi o melhor jogador do Brasil na Copa de 1958, nem na de 1970, e passou boa parte da de 1962 lesionado. Além disso, turbinou suas estatísticas com amistosos não oficiais e coisas do tipo.” – ponderou o site

Não é a primeira vez que uma publicação inglesa tenta diminuir os feitos de Pelé ou dos jogadores brasileiros. Em abril dessa ano, a revista inglesa FourFourTwo publicou uma lista com os 25 maiores jogadores de futebol de todos os tempos, segundo a opinião do veículo e o Rei aparecia em terceiro lugar, atrás dos argentinos Maradona, em segundo, e Messi, em primeiro.

Ninguém sabe ao certo o porquê dessa predileção dos ingleses em relação aos craques brasileiros. Talvez, eles ainda não tenham superado as acachapantes derrotas sofridas nas Copas do Mundo de 1962, 1970 e 2002. Ou será que se o possante Wayne Rooney conquistasse o maior torneio de futebol do mundo as 17 anos, eles teriam a mesma má vontade? Fica aí o questionamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui