Início Brasil Academias, barbearias e salões de beleza entram na lista de serviços essenciais

Academias, barbearias e salões de beleza entram na lista de serviços essenciais

Apesar da alteração pelo governo federal, cabe a estados e municípios decidirem o que funcionará em meio a pandemia.

2

Em decreto publicado em edição extra do Diário Oficial de União na última segunda-feira (11), os serviços de academia, salões de beleza e barbearias estarão na lista de “serviços essenciais” em meio a pandemia do coronavírus.

Apesar da liberação do governo federal, compete aos estados e municípios decidirem quais atividades devem continuar ou serem interrompidas durante a pandemia, segundo decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Desta forma, a reabertura desses estabelecimentos nos próximos dias não será automática.

O Ministério da Saúde não concordou com a decisão. Em entrevista coletiva concedida no fim da tarde de ontem, o Ministro da Saúde, Nelson Teich, ao ser questionado pela imprensa sobre o assunto, ficou surpreso e não soube como responder.

Para o presidente Jair Bolsonaro, que resiste as medidas de distanciamento social propostas pela Ordem Mundial da Saúde (OMS), as categorias, juntas, geram mais de um milhão de empregos, além de permitir uma vida saudável:

“Essas três categorias juntas dão mais de um milhão de empregos […] A questão da vida tem que ser tratada paralelamente a questão do emprego […] Saúde é vida. Quem está em casa, agora como sedentário, por exemplo, está aumentando o colesterol dele, problema de estresse, um monte de problema acontece. Se ele puder ir numa academia, logicamente, de acordo com as normas do Ministério da Saúde, ele vai ter uma vida mais saudável” – concluiu o presidente.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui